O mundo dos drones começou a crescer no final da década de 1970. Os modelos, porém, não eram nada parecidos com os que existem hoje em dia. Neste sentido, essa diferença entre exemplares ainda é presente no mercado de drone. Isso é justificado na medida em que as empresas continuam a dar upgrades em seus produtos com o objetivo de adaptá-los ao avanço tecnológico.

Você tem curiosidade de saber quais são as projeções do mercado de drone para os próximos anos? Confira este artigo que o ITARC preparou sobre o assunto! Boa leitura!

Como será o mercado de drone nos próximos anos?

Gráfico representa a ascensão do mercado de drone

Como falamos anteriormente, foi somente no final da década de 1970 que os drones começaram a ser desejados. Porém, o primeiro protótipo deste equipamento foi implementado pela na Segunda Guerra Mundial. Ele era conhecido como VANTs – veículos aéreos não tripulados.

Todavia, com o passar do tempo e com o fim da guerra, o foco mudou. Hoje em dia, ele é usado em gravações de eventos, filmes, mapeamento de terrenos e muito mais. Dessa forma, os drones estão cada vez melhores e mais potentes em relação aos seus antecessores. Isto porque os consumidores buscam e exigem essas melhorias.

A projeção, portanto, é que cada vez mais o mercado de drone cresça e atinja novas áreas. Com modelos cada vez mais tecnológicos, chegando a lugares que normalmente não seriam possíveis. Os destaques atuais são para uso desse equipamentos nos setores de entrega, engenharia e saúde.

Entrega

No primeiro caso, empresas como Amazon, Google, Walmart entre outras, foram as primeiras a usar os drones para entregar produtos. Muitas delas desenvolveram uma tecnologia própria para que a encomenda seja entregue em um local seguro.

No Brasil, em 2020, essa inovação começou a crescer com a autorização da ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), órgão regulador.

Engenharia

Na área da engenharia os drones ajudam cada vez mais. Sendo usados em obras civis, em reparos de fachada e muito mais. A engenharia ambiental também utiliza o equipamento, para mapeamento de terras (fotogrametria), animais e outros.

O drone, neste setor, se tornou um facilitador, pois antes era preciso contar com aviões tripulados para realizar estas tarefas. Em função disso, na balança, esta tecnologia ficou comprovada como o custo-benefício.

Saúde

Por fim, o mercado de drone atingiu uma esfera surpreendente: a saúde. Ele auxilia no salvamento e leva suprimentos à vítima que aguarda o resgate em local de difícil acesso, por exemplo.

Nos EUA, um drone já ajudou em um transplante de órgãos. Esta realização ocorreu na cidade de Baltimore, em abril de 2019, quando o equipamento levou um rim para uma paciente que estava na fila de espera há oito anos.

Para o setor da saúde, a previsão é que os drones ajudem ainda mais nas atividades. Afinal, em função da rápida locomoção e a capacidade de levar pequenos objetos, um primeiro atendimento pode ser feito antes que uma ambulância chegue ao local.

Além disso, outra razão para a continuidade do auxílio desses equipamentos é a redução de distância entre hospitais. Tal fator permite que mais transplantes sejam mais realizados, pois grande parte dos órgãos morrem ao longo do percurso.

Conheça o mundo dos drones com o ITARC!

Como dissemos, a projeção é que o mercado de drone siga crescendo e se adaptando às novas invenções. O ITARC se orgulha em fazer parte dessa transformação! Veja como podemos te ajudar! Temos mais de 10 cursos, todos com experiência de imersão.

Não perca tempo e comece logo os seus estudos. Entre em contato e descubra qual é o melhor curso para sua necessidade!

Acompanhe nosso blog para mais dicas. Já abordamos temas como mercado de trabalho para pilotos de drones, tipos de drones para mapeamento e muito mais!

 

Compartilhe: