Você sabia que a bateria do drone é uma das partes mais sensíveis da sua aeronave? Se manuseada, carregada ou armazenada de modo inadequado, ela pode aquecer e, até mesmo, inflamar. O superaquecimento prejudica a vida útil do aparelho e pode torná-lo inutilizável antes do tempo. Não é isso o que você quer, certo? Por isso, é importante adotar alguns cuidados especiais antes, durante e após o uso desse acessório. Confira as dicas que o ITARC preparou e fique atento!

Confira 7 dicas e cuidados especiais com a bateria do drone

1- Nunca esgote a bateria

Não existe “efeito memória” na bateria do drone, ou seja, não é possível usá-la até que fique completamente descarregada. Este processo pode reduzir a capacidade total do dispositivo e aumentar as chances de substituí-lo rapidamente. Sendo assim, nunca descarregue sua bateria por completo! O ideal é carregá-la entre os 40% e 80% de carga.

2- Carregue no momento certo

Outra dica é carregar a bateria somente no dia que você for utilizar o drone. Em caso de usar a aeronave muito cedo no dia seguinte, carregue a bateria no dia anterior. Jamais carregue-a muitos dias antes de voar, pois isso pode diminuir o seu tempo de duração.

3- Numere as baterias

Você tem mais de uma bateria? Numere-as para ter uma maior organização! Isso vai ajudar na hora de fazer o rodízio da forma correta, evitando que você repita um único dispositivo por vários voos. Para criar os números, use caneta permanente ou adesivo.

4- Nunca carregue a bateria ainda quente

Acabou de pousar seu drone? Nem pense em carregá-lo agora! Após o uso, a bateria do drone está quente, podendo provocar um superaquecimento quando em contato com a energia elétrica. Portanto, espere esfriar e, só depois, carregue a sua bateria!

5- Cuidado no armazenamento

A bateria do drone deve ser armazenada com alguma carga, nunca zerada e nunca em 100%. O ideal é utilizá-la, no mínimo, uma vez ao mês para um bom aproveitamento.

6- Evite temperaturas extremas

O mau funcionamento da bateria do drone está muito ligado à exposição do dispositivo a temperaturas extremas. Sendo assim, jamais armazene sua bateria no interior de carros, sob o sol, em locais refrigerados, entre outros. O aparelho deve ser guardado em lugares secos, arejados e em temperatura ambiente.

7- Remova a câmera

Caso não for usar o drone para fazer uma filmagem aérea, remova a câmera para um melhor desempenho. Como a máquina está conectada diretamente ao dispositivo, pode acabar reduzindo bastante a sua duração.

Conte com o ITARC!

Agora você já sabe como cuidar da bateria do drone! Expanda seus conhecimentos em manutenção de drones com o curso exclusivo do ITARC. Nossos instrutores estão prontos para lhe ensinar todas as técnicas e fundamentos necessários para cuidar dos seus drones do jeito certo.

Conte com quem é referência na formação de Pilotos de RPAS no Brasil.
Conte com o ITARC! Entre em contato conosco e faça já sua matrícula!

Se você gostou deste artigo, irá gostar também:

Compartilhe: