O uso de drones na agricultura vem ganhando cada vez mais força no mercado e, com isso, agronegócio é um dos setores que mais faz uso de tal tecnologia. Estima-se que 25% do faturamento mundial dos veículos aéreos não tripulados seja na agricultura.

Os VANTS (veículos aéreos não tripulados) possuem funções diversas, sendo ideais para os produtores como sistema de segurança, especialmente no Sul de Minas, onde está a maior incidência do roubo de gado, segundo especialistas.

Sabendo do crescimento de uso de drones na agricultura e da sua importância para o mercado, o ITARC preparou este artigo explicando um pouco mais sobre o assunto. Confira!

Como funciona o uso de drones na agricultura?

uso de drones na agricultura: como funciona

É realizado um voo do drone, pelo menos, três vezes ao dia, permitindo o monitoramento de toda a propriedade, sem necessitar do deslocamento da sede. No caso de fazendas de maior extensão, o terreno pode ser dividido em módulos com raios de abrangência de 500 metros cada um e o equipamento utilizado em pontos pré-estabelecidos, a fim de cobrir a área completamente.

Ainda que seja pouco utilizado no Brasil, o uso de drones na agricultura para atividades agrícolas, como mapeamento aéreo, já está no cotidiano de muitos produtores, oferecendo uma visão geral da lavoura, de diferentes ângulos. Por meio dessa ferramenta, o agricultor pode avaliar suas lavouras por diversas perspectivas, com a ajuda de câmeras e softwares especializados.

Conheça algumas funções do drones na agricultura

Análise da plantação

Serve para análise da plantação e para detectação de pragas e doenças, falhas no plantio, excesso ou falta de irrigação e afins. Com a altura necessária, também é possível analisar a coloração das plantas. No uso de drones na agricultura, essa é uma das práticas mais famosas.

Demarcação de plantio

O drone é ideal para apresentar a melhor área para plantio, devido à visão do alto proporcionada, facilitando decisões de forma fácil e ágil, após análises feitas nas imagens captadas.

Monitoração de desmatamento

Por meio do sobrevoo, é oferecida uma visão ampliada de lugares que se encontram distantes e com difíceis acessos. Sendo assim, com esses aparelhos, é possível chegar a locais de desmatamentos e, com a localização correta, combatê-los.

Focos de incêndio

A proximidade do fogo pode oferecer risco para humanos, por isso, os drones podem sobrevoar os incêndios e descobrir os focos do fogo e, com isso, controlá-los.

Custo-benefício do uso drones na agricultura

uso de drones na agricultura: benefícios

Segundo produtores, a tecnologia pode ajudar no controle de custos da propriedade, tendo em vista que o produtor rural realiza, por toda a fazenda, a aplicação de defensivos a fim de combater pragas e ervas daninhas. Por meio do uso de drones na agricultura e sua tecnologia de monitoramento, é possível identificar a área atingida precisamente, representando, segundo especialistas, uma economia de até 80% nos gastos com tais tipos de agroquímicos.

O retorno sobre o investimento de uso de drones na agricultura é, em diversos casos, muito rápido, alcançando um determinado número positivo em uma colheita apenas. Isso ocorre devido à prevenção de grandes perdas em consequência de um plano de ação incorporado. Além de reduzir o custo operacional, os drones possibilitam uma gestão de dados e informações da plantação garantida, com detalhes, facilitando e agilizando decisões.

Se você pretende aprender mais sobre o drones ou pretende capacitar seus colaboradores, procure o ITARC. Somos um Instituto de Tecnologia Aeronáutica Remotamente Controlada, que oferece curso de pilotagem de drone e curso de manutenção de drones, essenciais para capacitação de quem pretende utilizar drones para otimizar seu negócio. Acesse nosso site e conheça nossos serviços.

Links úteis:
treinamento drone
curso de drone
escola de drones

 

Compartilhe: